segunda-feira, 24 de julho de 2017

Sobre sexo e felinos



 Um homem bonito com vontade de gozar, de não fazer amor, mas trepar, safado a ponto de pular a cerca com menos de dois meses de casado, com aversão a gatos, cheguei por um instante a pensar que nosso encontro seria um desastre.
__ Você gosta muito de gatos?
__ Bastante...
Tenho um gatil.
__ Senti o cheiro, não gosto de gato...
Constrangida me desculpei mesmo achando a observação exagerada, vestido novo, lingerie nova, banho tomado, perfume e hidratante passados...
__ Não! Relaxa é que como eu não gosto de gato sinto o cheiro a distância...
__ Ah tá.
Meio sem graça seguimos para o motel e assim que entramos me dirigi para banheira, comecei a enche-la numa posição meio tentadora... Não resistiu e me encoxou.
__ Acho melhor eu tomar outro banho para tirar o tal cheiro de gato que você sentiu...
__ Tudo bem.
Não tínhamos muita pressa, acertamos um valor pago via depósito com antecedência para curtirmos a vontade, tem sido mais interessante esse acerto para ambos os lados, mas... prossigamos, olhei para trás e o vi sentado, um homão...
__ Acho que o banho pode esperar nós brincarmos... só um pouco...
Quando cheguei a dizer isso já havia tirado o vestido e fui quase engatinhando como um bebê de colo, ajoelhada, feito uma GATA haha... fui me esfregando no seu pau, marcando meu território até abrir o zíper, baixar um pouco o jeans e comentar:
__ Vamos ver se é mesmo assim tão bom quanto fala.
De fato acho que faço uma propaganda do meu oral, entretanto não tenho a intenção de me gabar, falo bastante, porquê gosto bastante, porquê sempre elogiam, sou sempre fiel a realidade em meus relatos tanto que se saímos e nunca se viu aqui é porque perdi nosso relato quando meu note queimou (perdi alguns de encontros incríveis, do meu primeiro oriental por exemplo, afff muitos mesmo), ou porquê nosso encontrou deixou a desejar para mim e preferi já que não falaria bem de você, também não falar mal.
__ Vamos ver se você gosta.
Ah os desafios... Comecei suave, lambendo toda a extensão da piroca grande que até se curvava como uma vara de pescar, eu lambi e beijei, mordisquei como se fosse um sorvete delicioso, não se mordisca forte um gelatto, degusta-se de leve.
__ Que pau gostoso! Veiudo!
Hora de mamar a piroca, dei aquela chupada glamourosa, engoli gulosa, babei até escorrer no saco.
__ Que chupada!
Me dediquei, coisa boa é surpreender...
__ Vem aqui fazer um 69, vem!
De calcinha branca rendadinha me empinei e mudamos o roteiro, mamou meu cu e minha xota de 4... Depois eu comecei a chupa-lo de novo... Bateu o desejo de me foder.
Quero comer esse cu...
Quase todos querem e eu gosto, gosto de ir ao meu limite, tem coisas que não me completam nesse sentido e que levam ao limite como por exemplo o fisting, eu já fiz, não faria de novo, detesto, mas sexo anal... adoro!
Começou fodendo minha xota na posição de cãezinhos, uma pegada forte, metendo fundo... Gritei, gozei, comeu mais e mais e logo quis ver estrelas... Brincava com o cuzinho, dedilhava-o... começou a força-lo...
__ Espera aí.
Peguei o lubrificante na minha bolsinha, lambuzou o meu cu... Lambuzou a cabecinha na camisinha colocada por mim e foi se encaixando, me rasgando ainda que suave... Meteu sem dó e não gozou por um fio de cabelo.
__ Calma... Vem aqui por cima.
Fui e cavalguei com o cu, balancei bem o rabo, me vi pelo espelho, apanhei na cara e na bunda... Tirei o preservativo e voltamos para um boquete bem guloso e babão, queria-o bem duro, uma dica rapazes: Não segurem o gozo, se esporrar se recomponha e comece o jogo de novo, enquanto tivermos tempo...Goze, eu gozarei, pode ter certeza, segurar a porra “desmotiva” a rola, mas Okay, coloquei o caralho do Branquinho em ponto de bala de novo, peguei a camisinha... E me comeu buceta e cu sem medidas, de lado, de frente, empinadinha novamente... E gozou, gozou no cu falando da minha cara de puta no espelho, sentindo minha gozada pelo rabo, ouvindo minha gargalhada de tesão louco e compartilhando a própria, as vezes a gente enlouquece de prazer...
__ Não vai fumar seu cigarro?
Pois é... Abri a porta que dá para garagem e acendi, tomei mais uns bolinhos dá cerveja que usei para chupa-lo, brincadeira minha que apimentar... E o vi na banheira que ficou apertadinha para nós dois, ele é alto e eu gordinha, cheia dos volumes... queimei um do verde, tivemos um papo bacana para espantar o sentimento de culpa que tomou conta dele depois por estar traindo... ficou surpreso com meu anal, disse que aquela era a última vez que pulou a cerca, me acompanha por aqui faz algum tempo e logo pensou em mim quando pensou em se despedir do mundo da sacanagem, me senti lisonjeada... E é isso 😉


Beijos para quem passar por aqui, se quiser receber minhas fotos mais picantes e meus vídeos em seu whatsapp, contos inéditos e muito mais assine um dos meus pacotes de interatividade, planos de 25,0 a 100,0 conteúdo diário 😘 E se você quer agendar um encontro comigo, vamos conversar, info sobre pacotes e encontros reais no 11969250048, dispenso fanfarrões!
Boa Semana!

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Trepada Matinal


Ando cheia de histórias novas, muito bom, sinal que a firma tá andando e que o prazer tem sido intenso.
Nos encontramos em torno das oito da manhã, eu não saio esse horário, porém rolou essa exceção, muito tesão acumulado de ambos os lados... Peguei meu cachê em seu carro e fomos para o motel.
__ Suíte paixão...
Entramos e ele que até então parecia um cara sério se soltou fui tirando a roupa e ele me chupando, safado, putinho, do jeito que eu gosto. Avisou que não aguentaria muito tempo então procurei fazer um boquete com calma, suave e babão.
__ Chupa o cuzinho também, chupa...
Meteu a raba na minha cara sem nenhum pudor, adoro!
__ Coloca o dedinho, coloca... Cuidado com a unha!
Coloquei com cuidado, minhas unhas não são muito grandes, mas também não são curtas, achei que ele fosse gozar... Não negou que seu maior fetiche seria comer o rabo, aquilo me deixou muito excitada...
__ Devagarzinho...
Montei o macho bem macio, suave para ele não esporrar, anunciou que quando viesse a leitada seria farta.
__ Pensei que fosse gozar com você brincando com meu cuzinho e vi que queria colocar dois dedos... Por que não colocou? Eu fiquei esperando...
Gulosa tive que chupa-lo de novo, de cabo a rabo, ou seja: Da piroca ao furico.
__ Chupa esse cuzinho safado!
__ Pisca ele para mim, pisca!
Piscou a primeira vez e eu vi, piscou a segunda na minha língua e logo estava falando de inversão, que não é muito de dar, mas que... Entendo e aprovo...
 Empinadinha e ele de camisinha naquela rola grossa me comeu de novo, meteu o dedo no meu rabo, cuspiu e gozei...  gozei gostoso, o macho estava sendo resistente, enfiou no meu cu primeiro de costas, só a cabecinha e depois de frente, de quatro de novo e engoli com ele toda sua pica.
__ Agora ele está todo dentro...
Revezava vezes no rabo, vezes na buceta me arrancando gargalhadas é uma série de orgasmos.
__ Queria muito comer esse seu cu com força, mas não dá mais para segurar.
Me deitei a sombra da rola como quem se regozija sob o forte galho de uma árvore frondosa e tomei um banho de porra fresca... comecei bem o dia 😉

Você gostou?
Então bora viver NOSSA história!
Contato para venda de pacotes de fotos e vídeos (inclusive em ação) e informações sobre encontros, valores e agendamento no whatsapp 11969250048, Atendendo em Jacareí SP
Beijos gente gostosa!